Em Pernambuco, família de criança internada no HDM cobra transferência

G1
menina de dois anos aguarda diagnóstico no HDM em Petrolina, PE (Foto: Michele Alves/ Arquivo pessoal)

Menina de dois anos aguarda diagnóstico no HDM em Petrolina, PE (Foto: Michele Alves/ Arquivo pessoal)

Há mais de um mês, uma menina de dois anos está internada no Hospital Dom Malan em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A criança começou a apresentar um problema de saúde, perder os movimentos, a visão. A família está preocupada e cobra a transferência da menina, porque os médicos da unidade já fizeram todos os exames disponíveis e não fecharam um diagnóstico.

A mãe da menina, Michele Alves está desesperada e diz que não quer ver a filha morta por não ter o tratamento de saúde adequado. “Fizeram um exame do metabolismo e deu que era uma doença metabólica e suspeitam de neurológica, mas nada que feche um diagnóstico, não tem comprovação disso. E infelizmente ela não pode fazer nenhum tratamento, porque ninguém sabe a doença dela”, conta.

A mãe da menina disse que foi orientada a procurar o pediatra do posto de saúde do bairro onde ela mora. Novos exames foram feitos, inclusive com um neurologista, mas nada foi diagnosticado. Os sintomas começaram a piorar até o internamento. Michele ainda tem esperança na recuperação da filha, mas disse que enquanto a menina não for transferida, o estado de saúde pode se agravar mais.

VEJA TAMBÉM