Após desafiar Fonseca, Augusto pode fechar aliança com Duque

Âncora do Sertão
Augusto César visita Redação do Âncora do Sertão. Foto: Anderson Serafim / Âncora

Augusto César visita Redação do Âncora do Sertão. Foto: Anderson Serafim / Âncora

As anteninhas do Chapolin Ancorado captaram mais uma informação que foi repassada para o radialista Francys Maia, divulgada no seu programa o Tribuna Livre – que Augusto César e Armando Monteiro iriam se reunir para fechar aliança com Luciano Duque (PT) lá no Recife. Mas, não para por ai. O ano passado já tinha acontecido uma reunião no gabinete do parlamentar, onde estudava a  viabilidade para apoiar o atual gestor. Na época, Augusto  também tentou levar Marcos Oliveira para o (PTB), e o vereador se quer deu ouvidos. Recentemente, o deputado também desafiou Dr. Fonseca Carvalho a realmente ser o candidato do PR durante essa eleições. Na ótica do parlamentar, Fonseca é o “dado da oposição”. Segundo informações, Duque quer o apoio do deputado e já vinha tentando fechar esse acordo entre os grupos, porém não tinha chegado a um denominador comum. Contudo, parece que o Ministro Armando Monteiro, que tem um problema político pessoal com Paulo Câmara devera intervir, já que o maior adversário de Duque não será o candidato da oposição, mas a sigla e os agrupados do PSB. Se a aliança acontecer, um clima de revanche nasce entre governador e ministro, e a política “pega fogo” novamente.

RESPEITO –  O vereador Manoel Enfermeiro (PT), defendeu arduamente a sigla petista durante a primeira sessão do ano de 2016 – “O partido dos trabalhadores é criticado, mas o PT de Serra Talhada tem vergonha na cara. Eu desafio qualquer partido a mostrar quem mais teria trabalhado, tanto quando o quanto presidente da república do PT que fez e trouxe tantas obras para Serra Talhada. Qual prefeito teve uma relação tão próxima com a presidenta”.

ARREGAÇOU – “A ideologia política nesse momento de um movimento como o do G11 é ímpar, é única, é o que o cacique quer. Então, logicamente, ele prepara vários partidos em torno dele. Hoje, você tem partidos que são sérios, que tem identidade, que tem idoneidade e outros que são feitos na calada da noite. Se alguém se rebelar nesse G11 e tiver um partido que seja vinculado ao líder, ao cacique, e tomar uma decisão de sair, ele sai só porque o partido tira e passa pra outro. Não é um partido ideologicamente construído. É criado para ser uma muleta e algo pra ser negociado, pra ser suporte de mostrar que o cacique tem força porque tem 5, 6, 8 partidos com ele. Isso não vai muito longe, quando as pessoas descobrirem que estão sendo massa de manobra, vão se retirando até sobrar apenas o único e exclusivo partido que é o do cacique. Movimento pra tirar um nome entre quem tiver maior aceitação no grupo, não dá certo”, disse Augusto César durante entrevista ao Âncora.

FEDEU – Anúncio do Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú (CIMPAJEÚ), informou que entre março e abril será dado inicio ao projeto de Aterro Sanitário de Serra Talhada e em mais outros dois municípios do Sertão do Pajeú. O lixão da Capital do Xaxado fica localizado na PE-390 e virou matéria de TV após invadir rodovia. Foi ao ar na edição Meio-Dia do SBT e logo depois causou grande debate nas redes sociais. Faeca Melo tentou amenizar dizendo que a situação está sendo contornada e em breve o governo fará uma coletiva com toda imprensa para explicar o que foi resolvido.

FRANCISCANO – O Onquinha Novaes  quer reergue o CIST de Serra Talhada, mas sozinho não consegue. Durante entrevista no rádio disse que iria instalar o ‘mensalão’ para manter o espaço funcionando, e ainda deixou o recado: “Eu sou o guardador da chave e falo publicamente: ‘espero que venha mais gente somar, gente que tenha participação de sócio, filho de sócio, que venha participar para erguermos aquilo, porque só eu sozinho?’ Basta o que já tenho a fazer”.

TRAIDOR – Esse dias Augusto Cesar foi indagado pela equipe do Âncora do Sertão, se teria sido traído nas últimas eleições por Sebastião Oliveira – respondeu: “Não preciso nem dizer. Os blogs já dizem e a população já conhece. A pessoa que não tem compromisso e não tem palavra, é difícil de acreditar. Fonseca – que seria nosso candidato a prefeito – , se foi tirado do nosso grupo, é para no mínimo ser candidato a prefeito do outro lado. Não acredito que ele será candidato do PR, e é até bom que eu desafie, pra ver se de fato eles incorporam a candidatura dele. Ai seria um bom debate para Pernambuco e para Serra Talhada”.

LEGISLATIVO – Assessoria da Casa Legislativo de Serra Talhada utilizou uma palavra de peso durante nota de defesa sobre o consumo de gasolina e abastecimento durante o recesso ou não. Chamou uma matéria de “Fantasiosa”. Por mais que os vereadores tenha o poder de rebater e atender a população, nada justifica gastar quase R$ 1 mil reais com combustível. É um desperdício. A nota a imprensa que deveria esclarecer os fatos e terminar por ai, acabou gerando mais polêmica nas redes sociais. Cidadãos acusam ver parlamentares gastando a gasolina para realizar passeio e viagens. Quem prova? Bomba chiou na internet!

VEJA TAMBÉM