Falcão classifica como “bom” desempenho da equipe

Blog de Primeira
Foto: Flávio Japa / Folha-PE

Foto: Flávio Japa / Folha-PE

Os dois tempos distintos que o Sport teve, na vitória sobre o Argentinos Juniors, é explicado pelo fato de o técnico ter colocado em campo duas equipes diferentes. De fato, na primeira etapa do jogo, com os titulares em campo, o domínio rubro-negro foi maior diante dos rivais estrangeiros. Recheado de caras novas, o time reserva não conseguiu repetir o desempenho, e os visitantes acabaram criando chances no jogo. Apesar da disparidade, o técnico Paulo Roberto Falcão classificou como boa a apresentação rubro-negra.

“Ao analisar tudo, não tem como dizer que não foi bom. Lógico que foi bom. Até porque, quando se ganha naturalmente é bom. Agora, eu procuro olhar além da vitória, e tenho de levar em consideração que estamos em início de temporada. Os atletas sentem. Mas, já deu para ver alguma coisa”, disse o treinador rubro-negro.

Um ponto levando pelo comandante, no entanto, foi a importância desse jogo para que o torcedor rubro-negro pudesse conhecer os novos atletas. Vale lembrar que, da equipe titular que entrou em campo contra o Argentinos Juniors, pelo menos, cinco jogadores são novatos. “A intenção era principalmente mostrar as contratações para que o torcedor conhecesse. Para eles verem o esforço que foi feito pela diretoria”, contou.

Nenhuma analise individual dos jogadores foi feita pelo técnico Falcão. Mas o treinador falou sobre os estrangeiros contratados pelo clube. “Deu pra perceber que acertamos. Pensamos muito na hora de contratar. (Reinaldo) Lenis eu sigo há muito tempo. Mark (González) é conhecido de todos por jogar na seleção chilena. E o Henríquez também é um jogador rodado”, falou o comandante.

VEJA TAMBÉM