Estudante de Serra Talhada tira 980 na nota da redação do ENEM

Do Âncora do Sertão
Matheus Nunes tirou 980 em redação. Foto: Reprodução

Matheus Nunes tirou 980 em redação. Foto: Reprodução

O estudante Matheus Nunes, 22 anos, passou dois anos estudando e se preparando para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Casa do Estudante de Pernambuco (CEP), onde mora, e nos cursinhos que frequenta na capital do estado.

Sonhando em ser médico, o jovem no ENEM 2015 alcançou a nota 980 na redação e pode está a um passo de conquistar uma vaga no curso de medicina. Sua média geral ficou em 760, e já se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) onde acredita ser possível o ingresso no curso, logo na segunda chamada ou no remanejamento.

Matheus é filho de Edison Ribeiro e Edna Albuquerque, que residem na Capital do Xaxado, já o estudante mora no Recife.

“Eu venho, durante todo tempo que estou aqui em Recife, crescendo minha média em todos os anos e eu esperava uma nota, no mínimo, maior do que a que eu já tinha” disse Matheus sobre o desempenho em redação. Ele alcançou uma nota geral de 760 e foi um dos primeiros a se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Há quase dois anos sócio da CEP, Matheus já fez os cálculos e está na torcida para entrar em uma universidade. “Eu tenho chance de ser remanejado. Minha média não é média para primeira chamada, mas para remanejamento” explicou.

A preparação dele para o Enem foi à base de cerca de oito horas de estudo em casa, sem contar as horas de aulas no cursinho. Tanta dedicação aos estudos também tem um estímulo que, segundo ele, encontrou na CEP. “Sendo sócio da Casa do Estudante eu tive a oportunidade de não só ganhar benefícios, mas eu tive a chance de conviver com pessoas que tinham uma história parecida com a minha e conhecer pessoas que foram fonte de inspiração pra mim” ressaltou.

Em todo país, segundo os dados do MEC, somente 104 dos mais de 7 milhões de candidatos alcançaram a nota máxima na redação no Enem, ou seja, tiraram 1000. Esse número é menor que o do ano passado quando 250 estudantes atingiram essa marca.

VEJA TAMBÉM