Motoristas do transporte escolar de Afogados reclamam pendência no pagamento

Âncora do Sertão

foto do google

Em Afogados da Ingazeira, cidade do Alto do Pajeú, os motoristas escolares estão sem receber o mês referente a dezembro sob os quais quem tem responsabilidade por esse serviço é empresa terceirizada BPM Serviços.

A secretária de educação do município, Veratânia Moraes, diz apenas que “é uma situação complexa”, deixando de dar justificativa sobre o caso.

Os motoristas relatam que não terão como trabalhar no início do ano letivo, por não terem recebido os dias que trabalharam em dezembro e o mês de janeiro que se encontravam em período de férias.

O Prefeito do município José Patriota deveria estudar o caso da prefeitura de Tuparetama, que contratou diretamente os motoristas sem a possibilidade de uma empresa para fazer o serviço, com isso, de acordo com o prefeito Dêva Pessoa, – Tuparetama, está economizando cerca de 35% com o novo modelo de gestão do transporte escolar, o que proporcionou uma economia que rendeu o investimento dos doze meses letivos.

Com informações do Blog do Nill Júnior

VEJA TAMBÉM