Sérgio Moro dá 48 horas para Lula entregar recibos originais de aluguel

FolhaPress

O juiz Sergio Moro deu prazo de 48 horas nesta sexta-feira (13) para a defesa do ex-presidente Lula entregar os recibos originais de pagamentos de aluguéis do apartamento vizinho ao que Lula mora em São Bernardo do Campo (SP). O apartamento -que pertence ao empresário Glaucos da Costamarques – é um dos pontos da acusação na ação que Lula responde sob suspeita de receber propina da Odebrecht por meio da compra de um terreno onde seria construída a sede do Instituto Lula.

Moro considerou desnecessária uma audiência formal para a entrega dos recibos. “Os recibos deverão ser entregues na Secretaria deste Juízo e que os acautelará para submetê-los a perícia caso seja de fato deferida”, diz trecho do despacho assinado por Moro.

Segundo a acusação do Ministério Público Federal, o apartamento teria sido comprado com propina da Odebrecht, obtida por meio de contratos com a Petrobras. Lula nega irregularidades e diz que quem cuidava do pagamento do aluguel era sua mulher, Marisa Letícia, morta em fevereiro. Segundo o ex-presidente, os pagamentos foram registrados em declarações do Imposto de Renda, tanto dele quanto de Costamarques.

Em nota, a defesa de Lula se diz surpresa pelo fato de Moro não aceitar uma audiência para a entrega dos documentos. “Temos interesse no reconhecimento de que os documentos são autênticos, como sempre afirmamos, e atendem a recomendação de entrega feita pelo próprio juiz”, diz o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins.

VEJA TAMBÉM