Vereador critica divulgação de abordagens com fotos de cidadãos, realizada pela Polícia Militar de Serra Talhada

Trabalho de abordagem da Polícia Militar em Serra Talhada, PE. Foto: Divulgação.

O vereador Ronaldo Dja (PMN), criticou o modelo de divulgação das ocorrências adotado pelo 14º Batalhão de Polícia Militar, em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú.

De acordo com o parlamentar, a divulgação das imagens de cidadãos sendo abordados tem causado constrangimentos a inúmeras pessoas, tendo em vista que a Polícia Militar tem utilizado as redes sociais para dar publicidade aos seus atos de segurança.

“Minhas críticas ao trabalho da polícia é referente as abordagens que são feitas com o cidadão de bem, onde tiram as fotos e depois ficam postando nos grupos de WhatsApp (redes sociais), porque você e nem ninguém se sente bem. Agora, se a polícia chegar pedindo, com educação, para revistar e ninguém estiver armado nós se sentiremos seguros e bem, porém, quando a polícia divulga fotos com as pessoas com as mãos na parede, mãos em cima e embaixo, no outro dia as imagens estão em grupos, redes sociais, blogs e meios de comunicação”, explicou o vereador, durante entrevista ao programa Âncora do Sertão, na Serra FM.

O vereador Ronaldo Dja, ainda, pontuou que a veiculação das imagens coloca em risco a vida do cidadão e policial, que pode ser identificado pelos criminosos e bandidos, que atuam na cidade. “Eu acho que não é correto a polícia estar colocando a imagem do cidadão nos grupos de WhatsApp, mesmo que esteja com um mandado de prisão. Nós sabemos que no momento da abordagem, pode ser que dê um problema na hora da apreensão de um bandido e depois ele reconheça o policial, pois está sendo publicado nas redes sociais e veículos de imprensa, podendo, inclusive, terminar em uma fatalidade”, disse.

No final da entrevista, o parlamentar reconheceu os avanços realizados no combate a violência pela Polícia Militar da capital do xaxado. “Quero parabenizar, primeiramente, o trabalho da Polícia Militar pelas abordagens e blitzs que estão sendo realizadas na cidade. Temos visto que o índice de violência diminuiu, assim como conseguiram afastar as drogas da Concha Acústica, após o pedido do vereador Zé Raimundo e de Rosimério de Cuca”, concluiu Ronaldo Dja.

VEJA TAMBÉM